6.

Não tenho conseguido vir aqui tanto quanto gostaria. Estou com uns problemas no computador e só tenho acedido á internet via telemóvel. Mas espero resolver o problema em breve e continuar a postar aqui as mesmas coisas de sempre.                                   Mudando de assunto… Quando julgo que as pessoas já ultrapassaram a linha máxima da falsidade, elas revelam-me que não existem linhas máximas. Existe um desejo contínuo que as permite ser sempre ainda pior, e que por sua vez me surpreende cada vez mais. Mas quando este tipo de falsidade vem de pessoas que fazem na vida o que nós gostaríamos de fazer um dia e estas ainda se acham no direito de menosprezar as outras, a situação agrava-se. E agrava-se porque a estupidez humana é tanta que não tem limites. Mas não querendo viver de julgamentos, esperemos que o tempo me prove o contrário. Ou melhor, que o tempo lhe prove que existe relativismo em certas e determinadas afirmações. Mas vou deixar este assunto de lado e vou entrar nas conversas típicas de chacha sobre o tempo, que decerto são mais interessantes do que gente mesquinha. Hoje esteve um óptimo dia!

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Tretas. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s