Em branco.

Preciso de escrever aqui qualquer coisa, estou a sufocar. Parece que tenho o mundo a cair-me em cima. Dramática, insistente, chamem-me o que quiserem, porque continuo a sufocar. Tenho as cartas na mesa, sei o que tenho de jogar, e simplesmente não jogo o que devo. Talvez o melhor seja baralhar de novo as cartas, arranjar novas opções, e fazer escolhas mais acertadas. O ambiente em meu redor não ajuda, a minha motivação muito menos, e a minha alma agora mais do que nunca, começa a manifestar-se drasticamente. E antes que se desfaça por completo, e que eu perca o pouco que ainda resta da minha sanidade mental, começo a ponderar novas opções. E para estas, não precisei de baralhar novamente as cartas. É demasiado lógica. Vou fazer de tudo para me afastar disto tudo, porque já chega. Se não é a bem, é a mal. Para o ano, caso não haja impedimentos ou algo que me prejudique, mudo de escola. E não, não é fugir aquilo que alguns acham que devo enfrentar. É simplesmente deixar de ser masoquista.

Daniela Teixeira

Anúncios
Esta entrada foi publicada em . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s