Estarás Aí?, de Guillaume Musso

 

“Quem nunca sonhou com a possibilidade de regressar ao momento decisivo que tornaria a felicidade possível?”

Basta reflectirmos um pouco para facilmente sermos capazes de constatar que apenas um gesto, uma acção, uma palavra, pode alterar o decurso de toda a nossa vida. O facto de olharmos para a esquerda, em vez de olharmos para a direita pode ser a distinção entre uma porta aberta para a infelicidade ao invés da felicidade. Os passos, esses devem de facto, ser dados. Contudo, devem ser dados com cuidado. Que tipo de ideologias e filosofias de vida que seguimos, seríamos capazes de abandonar, se nos fosse concedida a hipótese de voltar ao Passado e alterar fosse o que fosse? Será que o faríamos? Ou será que continuaríamos o nosso trajecto de forma a cumprir o nosso destino? Estas foram algumas das muitas conclusões e perguntas que fiz a mim própria depois de ter lido uma obra absolutamente fantástica. Extremamente bem estruturada e pensada. Na minha opinião, nada falhou – o que é absolutamente estranho, porque acabamos sempre por achar que algo não bate certo, ou que poderia ter sido pensado de melhor maneira -, todo o pormenor é trabalhado do inicio ao fim sem ser esquecido, sem nunca nos deixar com determinada dúvida do género : «Então mas e aquilo? O que se passou afinal?». Ainda com toda esta capacidade de reflexão que a obra permite, somos acompanhados ao longo da leitura por todos os acontecimentos históricos desde 1976 a 2006, assim como das grandes revelações que existiram no ramo musical. A obra intitula-se :Estarás aí? de Guillaume Musso. Devorei este livro em apenas dois dias, deixando completamente de lado obras como Amor de Perdição de Camilo Castelo Branco, Eurico, O Presbítero de Alexandre Herculano, ou até mesmo Um Auto De Gil Vicente de Almeida Garrett. Tirei férias de toda esta Literatura Portuguesa que tem dado cabo de mim desde o inicio do ano de 2011. Guillaume Musso, é um jovem escritor Francês que na minha opinião ainda consegue ter mais e mais para dar. Aconselho todos os fãs de The Effect Butterfly a lerem a sinopse desta obra.

 DanielaTeixeira       

“Já todos nos confrontámos com a questão pelo menos uma vez: se nos fosse concedida a oportunidade de voltarmos atrás, o que alteraríamos na nossa vida? Se o pudessemos fazer, que erros tentaríamos corrigir? Que dor, que remorsos, que receios escolheríamos apagar? Ousaríamos verdadeiramente conferir um novo sentido á nossa existência? Mas para nos tornarmos o quê? Para irmos onde? E com quem?” – Guillaume Musso.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Livros com as etiquetas , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s